77 3612-0426 / 99973-8813 Área do Assinante Webmail

O Que Considerar Em Um Teste De Fibra Óptica?

A conexão por fibra óptica tem se expandido no Brasil, chegando a superar os demais tipos de conexões em 2020. Segundo dados divulgados pela Anatel, dos 32,5 milhões de acessos registrados em janeiro, 31,9% foram feitos por fibra óptica, seguidos da rede por cabos metálicos que ficou com 30,7%. Em janeiro do ano passado, apenas 19% das conexões eram feitas pela fibra óptica.

Esse crescimento acontece porque a fibra óptica é considerada a melhor maneira de se transmitir internet hoje, além dos custos de implantação terem diminuído bastante. A longo prazo, a fibra óptica também apresenta mais vantagens como a durabilidade e menor necessidade de manutenção, menor custo com eletricidade, tendo em vista que a transmissão é feita por feixes de luz, mais velocidade, segurança e constância na rede.

Porém, mesmo com a alta qualidade dos cabos de fibra óptica, é imprescindível realizar alguns testes para garantir a qualidade da infraestrutura da rede, pois mesmo micropartículas de poeira podem causar problemas na conexão.

Testes da Fibra óptica

Há uma variedade de testes que podem ser aplicados para verificar a qualidade da fibra óptica. Vamos aos principais:

1. Medição da Potência Óptica

A medição da potência óptica é feita para calcular se houve perda relativa na rede, seja ela ponto a ponto ou ponto-multiponto. Essa medição é realizada com uma ferramenta chamada Power Meter, podendo ser simples ou mais completa. Com a ferramenta mais completa é possível fazer calibração e avaliar a potência de uma ONU. A medição é feita com 1490 nm e a potência do sinal que chega no cliente deve estar de acordo com o projeto de rede estabelecido. Para medir o sinal inverso, do cliente para a OLT, deve ser usado o Power MeetPon.

2. Identificação dos Pontos de Falha

Para verificar a continuidade da fibra, se há alguma atenuação no cabo ou algum ponto de falha, utilizamos um Localizador Visual de Falhas (VFL). Trata-sede uma ferramenta a laser que exibe por meio de uma luz as curvaturas falhas, mostrando em quais pontos os feixes de luz estão indo para fora da fibra.

3.Verificação da Perda Óptica

A verificação da perda óptica é feita com o OTDR (optical time-domain reflectometer), ou seja,um reflectômetro óptico. É um instrumento que utiliza uma fonte de luz e analisa o retroespalhamento da luz, retornando ao local de origem. Ele pode ser usado para analisar quantitativamente a perda, bem como identificar os locais em que há perda. Há o modelo para medição de fibras sem sinal e de fibras ativas. O OTDR pode ser usado para medir redes LAN/WAN, FTTx e PON.

A tendência é que a fibra óptica vá substituindo algumas tecnologias de rede com o passar do tempo por causa das suas inúmeras vantagens.

  • Compartilhe: